domingo, 2 de outubro de 2011

Sobre a felicidade



Sabe a felicidade?
Isso que dizem
Que devo ir atrás.
Ela me surpreende
Ao bater a porta
Só pra dizer
Que está de saída...
Às vezes, fica escondida
Me soprando
Pequenos ventos
De risos,
Presos no canto
Da boca,
Tão passageiros...
Ela me visita os sonhos,
Me provoca.
Me fornece
Algumas pistas
De seu habitat,
Sempre nômade,
Sempre miragem...
Da sua figura
Apenas os tons
De suas cores marcantes...

                                                                   Aline Monteiro


“A felicidade é como um artefato cobiçado que gradativamente torna-se aquecido em nossas mãos. De forma que, no processo de superaquecimento, chega o momento no qual não o conseguimos segurar. E por não conseguirmos empunhá-lo, resta-nos poucos períodos de tempo para desfrutar de sua posse, e quanto mais resistimos a deixá-lo cair, mais abrupta, violenta e dolorosa é a queda".
(Comentário a respeito da felicidade - Camila Ramos)

5 comentários:

breno disse...

então continuo a casada! sem fraquejar e sempre perseverante,
afinal a vida é um jogo sem fim onde não tem lugar para os que desistem... lindo texto.

Milena T. Soares disse...

Adorei o texto, o contexto e tudo mais.
Acompanharei o blog :D

Amor cafona disse...

:)

Camila Ramos disse...

que gentileza de sua parte me citar em seu blog. Obrigada. Estarei por aqui sempre. =)

Janete Lacerda disse...

A felicidade é um ponto de vista, depende mais de nós do que das coisas que estão a nossa volta.
Basta ver na gota que tremula numa folha pela manhã, com seu bilho sutil - brinde do sol - para ver como somos felizes da graça de Deus.