quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Motivo



Me pergunto mil vezes por dia
Se ainda te espero
Quanto a isso
Não me tenho segredos
Sim, eu te espero!
Espero descaradamente
Peito e coração abertos
Alma serena,
Sem tanta ansiedade
Pois estou aprendendo,
Aos poucos,
Domá-la...
Devagar, sem pressa...
Vejo o sol nascer
Aparentemente
Sem qualquer motivo
E assim como ele,
Amanheço sem
Razão aparente
Mas agora, com mil
E um motivos
Para te esperar...

                                                                Aline Monteiro


“Mas um dia, um dia desses qualquer,
Eu amanheço do teu lado...”
(Reator Sentimental - Alex Rodrigues)

9 comentários:

Dante O velho disse...

lDomar a ansiedade não é fácil, mas eu domaria tbm, se tivesse a certeza de amanhecer, um dia, ao lado de quem quero.
Belo poema.


Dante Pincelli

Alex Rodrigues disse...

O sol sempre renova às esperanças... Que amanha ele venha mais amarelo que costuma sempre vir. Lindão, Aline! Que bom participar desse processo.

Amor cafona disse...

Agora só a Alex de inspira é? :P

Aline Monteiro disse...

é que o amor não se limita a dois extremos, ele corre para todos os lados.. srsr cheiro de DR no ar...

Alex Rodrigues disse...

DR em trio

TiagoQuingosta disse...

Vale a pena esperar, não é mesmo?! Lindo blog! Seguirei.

Ivan disse...

Bela imagem, bela poesia!
Abraço

BLOG DO XANDRO® disse...

Oi,amiguinha(achei legal seu blog),visite/siga o Blog do XANDRO
(meu blog para retribuir o carinho)vc vai gostar!;)

http://blogdoxandro.blogspot.com/

Janete Lacerda disse...

Momento iguais:
"Eu faço festa
Aqui do lado de fora
Do teu coração,
Rente à porta
Que não me atrevo bater[...]"