quinta-feira, 2 de junho de 2011

Microcontos





“...e agradeceu por ter perdido a fé: -Graças a Deus!”

“Queria ver além das retinas. Fechou os olhos.”

“Provou que era amor indo embora.”

“O homem sem fé pediu a Deus que lhe desse sorte.”

“Só conseguiu se perder tentando se achar.”

“ouviu tanto ‘não’ que esqueceu o significado da palavra ‘sim’.”

“Tinha a mania de colecionar sorrisos bonitos.”

“Achava o sonho grande demais para se tornar realidade.”

“Fugiu porque era bom demais pra ser verdade.”

“Sorriu porque era bom demais.”

“Dormiu com a caneta na mão esperando o microconto.”

“Acordou só pra escrever este microconto.”

“Não agüentou, queria um antídoto para o vício de microcontos.”

“...e tudo o que sobrou foi um microconto.”

                                                                         Aline Monteiro

Aviso: microcontos são irritantemente e deliciosamente viciantes!
Estou com a estranha sensação que eu não escrevi estes, tenho a impressão que roubei as idéias de algum lugar, de forma involuntária claro!


"Dentro da ampulheta, já prisioneiro das horas, lembrou-se de quando o tempo não o soterrava".(texto da imagem acima)

22 comentários:

Lianah disse...

Obstinado!

xD

Janete Lacerda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Janete Lacerda disse...

"- Te amo!
Disse com a mesma convicção da semana seguinte:
- Amo a outra!"

Janete Lacerda disse...

"Elas se queriam muito bem, já suas agendas viviam se estranhado."

Janete Lacerda disse...

"Tomou um susto. Não tinha o hábito de se olhar no espelho de manhã."

Janete Lacerda disse...

"Tomou outro susto. Quem era aquela mulher na sua cama, alías, de quem era mesmo aquela cama."

Janete Lacerda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Janete Lacerda disse...

AMOR PRÓPRIO
"Combinara de sair consigo. Adorava aquela companhia."

Janete Lacerda disse...

"Faltara no primeiro encontro do M.A.(Microcontólatra Anônimos), jamais admitiria seu vício".

Janete Lacerda disse...

MICROCONTÓLATRA
"Fora encontrada numa calçada, dormindo ao sol do meio dia, um cão a lamber-lhe o rosto e uma garrafa de Microconto debaixo do braço."

Janete Lacerda disse...

"- Amiga passa o hidratante.
...
- Não era pra você mesma passar!"

Janete Lacerda disse...

"- Dorme aqui em casa hoje amor.
...
- Rosssss. Fiiiiiiii!
- $%¨6#@!!%"

Janete Lacerda disse...

AMIZADE COLORIDA
"- Amiga, que vestido lindo, me empresta.
- Claro.
- Então tira"

Janete Lacerda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Janete Lacerda disse...

"- Agora chega de verdade.
- Chega de Microconto?
- Não! Chega mais um."

Janete Lacerda disse...

"- Chega!!! Sério.
- Até que enfim.
- Chega nada, passa lá no meu blog."

Janete Lacerda disse...

"- Chega!!!
- Chega o que, mulher?
- Termina logo esse cigarro e vem pra cá."

Janete Lacerda disse...

"... e o povo continuava lendo. Continuou a escrever"

Janete Lacerda disse...

"Não queria ficar por baixo. E assim surgiu a roupa do Superman"

Janete Lacerda disse...

"Faça as contas. 16 à 14 pra mim. uhuuuuuuuuu"

Aline Monteiro disse...

srrs chega! não quero mais...já perdi e feio!

Aline Monteiro disse...

vo parar pq já estava falando com as pessoas em forma de microconto...