quarta-feira, 1 de junho de 2011

Elizabeth



Elizabeth não chora.
Elizabeth não reclama.
Elizabeth é paciente.
O que será que sonha
Quando adormece?
O que pensa quando
Seu olhar perdido
Se encontra com o meu?
Minha Rainha,
Da tua beleza
Não tenho dúvida
Mas por que não sorris?

                                             Aline Monteiro

"O meu dia só existe porque você existe dentro dele"
Caio Fernando Abreu
(O rato - Inventário do ir-remediável)

5 comentários:

Janete Lacerda disse...

Enfim, Aline de volta,
Aline viva
Aline escritora...
Aline pressionada pelo papel.

Aline Monteiro disse...

Até teus coments são poéticos.
Telefonemas fazem milagres. Obrigada.

Lianah disse...

Gosteeei. Muito lindo!

xD

(Obrigada por me seguir)

Amor cafona disse...

Super me identifiquei com a Elizabeth. Lindo texto. Beijos...

breno disse...

lindo texto! vc conhece muitas elizabeths...