segunda-feira, 23 de julho de 2012

Farsa



Desviei o olhar
Enxuguei o suor
Disfarcei o nervosismo
Menti um poema

                                                  Aline Monteiro


“O que se perdeu foi pouco.
Mas era o que eu mais amava.”
(Sofrimento - Henriqueta Lisboa)

4 comentários:

Lívia Almeida disse...

Imediatismos que nos marcam por uma vida toda.

Dom Malquisto, o Magnânimo. disse...

Muitas vezes o que se perde é aparentemente pouco, porque sua essência real é latente demais. É pouco ato e muita potência!

Thiago Soeiro disse...

Também menti um poema...

Dante O velho disse...

disfarcei o suor
menti um olhar
desviei o nervosismo
enxuguei o poema.