segunda-feira, 26 de julho de 2010

Aqueles Versos



Sem intenção alguma
Rabisquei alguns versos
Tão escassos de novidade
Tão ausente de criatividade
Mas há neles muito
Do que quero dizer.


Tantos versos no mundo
Se assemelham a estes
Mas estes nasceram
Da minha dor...
Apenas estes...

Se olhas
São apenas versos
Se leres
Verás a minha vida...
Inteira.

 

Aline Monteiro

3 comentários:

Orion* disse...

hm... e Ter a certeza do que seus versos dizem é compreender o que eles me fazem sentir...rs...Por isso, Obrigado.

Renata de Aragão Lopes disse...

De inédito,
há pouco nessa vida.

Vivemos todos
à base de sentimentos similares...

Beijo,
Doce de Lira

A chuva estrondosa, o vento silencioso... disse...

A cada verso seu, torno-me mais fascinada pelo que escreves.
Percebo sua entrega às palavras, sua intimidade com elas.
Percebo que você põe seus sentimentos nas pontas dos dedos, e isso é o que eu realmente adimiro em uma pessoa que escreve.
O sentimento que elas conseguem transmitir com suas palavras...
Emociono-me sempre...
Você tem essa capacidade de mexer com as pessoas, parabéns!