sexta-feira, 4 de abril de 2008

Sem Título



Queria poder te amar
Sem mais e nem menos
Sem pressa e sem correria
Sem jogo
Sem ganhadores ou perdedores.

Queria poder te amar
Do meu jeito
Sem palpites de parceiros
Amigos ou terceiros.

Queria poder te amar
Sem passado pra lembrar
Ou qualquer dor pra machucar
Sem medo de errar.

Queria poder te amar
De olhos fechados
Com abraço apertado
E um beijo sem fim.

Queria poder te amar
Sem hora e lugar
Sem dia marcado
Sem tempo contado.

Queria poder te amar assim
Do meu jeito
Do jeito que eu sei te amar...


Aline Monteiro

Um comentário:

klasat disse...

NOSSAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Moça... isso me levou a extase, sem adjetivos para expressar o quanto esta composição está boa!!
simplesmente teu coração gritou!!
Salve! que todos ouçam!!!