sábado, 7 de junho de 2008

Ontem


Tanto tempo se passou
Mas ainda estou aqui
Muita coisa aconteceu,
Outras mudaram
Mas ainda estou aqui
E ainda não entendi
Aquelas coisas lá atrás
Eu ainda não vi aquele filme
Eu ainda não terminei o livro
Não entendi aquele gesto
Faz tanto tempo
Que eu nem sei mais.
Quem vai me explicar isso um dia?
Acho que já cansei de esperar
Quer saber?
Cansei da TV de bobagens,
Da banda sem razão,
Da revista sem motivo,
Da poesia não vivida.
Cansei do tempo
Cansei do tempo que não pára
Do tempo que não corrige os erros
Do tempo que corre
Do tempo que voa
Do tempo que eu nem percebi que já passou
Do tempo que nem é mais tempo
Do tempo que acabou de acabar...
Do tempo que já virou lembrança. Velha. Distante.
Do tempo que não faz esquecer
Do tempo que não faz lembrar.
Ainda não entendi
Ainda não vi
Ainda não terminei
E ainda estou aqui...

Aline Monteiro


Um comentário:

Roma disse...

Essa é umas das poesias mais marcantes que já li da Aline,uma das mais lindas p/ mim,amo lê-la e me embriago sempre que a leio,sou transportada para meu passado continuando no meu presente e sem me preocupar com meu futuro,catarse total Aline!!!!